sábado, 24 de julho de 2010

Valorização da Carreira de Professor

ABSURDA. Essa é a palavra que descreve a falta de valorização com que os governos lidam com a nossa profissão de professores. Fico sempre atenta a concursos, quando não servem para mim, indico a alguém da minha relação que tenha interesse ou seja da sua área e constato que muitas carreiras exigem menos escolaridade e menos dedicação que a nossa e possuem vencimentos superiores, nada exorbitante, mas num padrão que o servidor consiga ter suas necessidades básicas satisfeitas (alimentação, moradia, assistência à saúde, vestuário, educação e cultura).

A nossa carreira, na grande maioria das vezes não. Olhando um edital para cargos de educação da Prefeitura de Florianópolis, interessei-me pelo cargo de AUXILIAR DE ENSINO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL, que possui 48 vagas, mas me desestimulei totalmente com o vencimento, para um trabalho de 40hs semanais o mesmo é de R$ 1.405 (isso para quem tem especialização, o meu caso), quem tem apenas a graduação tem um vencimento diminuído de duzentos reais, quem tem mestrado no máximo receberá R$ 1.574. Fora outros lugares por aqui, no interior do RS, em que o professor recebe R$500.  O porquê de tanta desvalorização todos nós já sabemos a resposta, o meu questionamento é "até quando meu Deus, tanta desvalorização?"

4 comentários:

Josete Zimmer disse...

Parabéns pelos blogs Jaqueline!
Estou pesquisando blogs na educação para minha dissertação de Mestrado e fazendo uma visita rápida nos blogs que vêm na lista de blogs educativos. Eu também sou professora e mantenho vários blogs. Dois deles são os meus favoritos: Informática Educativa e Teofilo Educa na Mata. Quando der faça-me uma visita também! Tenho certeza que vamos nos encontrar mais vezes nesse mundo virtual! Abração, Josete

Suely Aymone disse...

Oi, Jaqueline!

Enquanto os governos que se sucedem entenderem que a educação é um gasto... não vejo muitas saídas para nós!!!

Não podemos desistir de lutar pela qualidade na educação pública e pela valorização dos educadores! Essas são ações permanentes no nosso cotidiano!!!

Trabalho com meninas e jovens do curso normal vindas das camadas populares e que sonham ser professoras, embora todas as adversidades...

Isso me faz sonhar também com mudanças possíveis!!!

Abraços!

Ritta Conrado disse...

Bom que vc gostou do Jaque. Obrigado pela visita.

Ritta Conrado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.